Classificar palavras online dating

Mas há detalhes: empregar mais ou menos palavras não é apenas uma questão de cultura (livresca). Divisão semelhante à descoberta por Renato Janine Ribeiro (há bom tempo) no emprego de ‘sociedade’ e de ‘social’.

É também uma questão de especialização, profissional, religiosa ou ideológica. Referia-se especialmente às ações do governo, ou que o envolvem.

De uma tacada só, trata-se agudamente de quatro palavras, nesse agudo dicionário, sendo duas quase sinônimas: ‘labor’ e ‘servidão’.‘Chacrinha’, ao lado de outras palavras estruturalmente semelhantes, é um dos fortes indícios de um traço do português: trata-se de uma língua paroxítona.

De fato, as palavras proparoxítonas pertencem, em sua maioria, a um estrato erudito e técnico, sendo palavras buscadas tardiamente no latim e no grego.

Para que se veja o tipo de problema que a questão levanta, imagine-se a mesma pergunta feita em outro campo: é certo uma fruta ter sabor amargo ou um pássaro colocar seus ovos no ninho dos outros?

Antes, porém, uma ressalva: por mais que, quando se fala de língua, o que vem à mente sejam as palavras (escritores eventualmente falam de sua paixão pelas palavras, embora quase sempre se distingam pela sintaxe ou pelo texto), não é verdade que uma língua seja um conjunto de palavras.“Labor”, diz ele, chama atenção para a dimensão extenuante do trabalho.“Se o trabalho é um pêndulo entre criação e servidão, o labor é o pêndulo no seu lado negativo”.Faça-se o teste: quando a sociedade reclama do governo ou quando ele se reúne com ela, trata-se sempre de poucas pessoas, bem poucas (a sociedade cabe em um restaurante de tamanho médio; ou cabia).Quando se trata do social, fala-se do povo, dos pobres.

Leave a Reply